Jean Paul Gaultier tem espírito de pop-star.

Dando continuidade sobre o assunto perfumes importados, hoje iremos falar sobre os produtos Jean Paul Gaultier.

Atingiu o fama quando Madonna usou um sutiã criado por ele em sua turnê global. Com criatividade e ousadia tornou-se um dos maiores nomes da moda, como sua própria marca. Suas grandes inspirações na moda e perfumaria, onde suas fragrâncias são campeãs de venda, são o espartilho rosa e a blusa de marinheiro, ícones de seus dois perfumes mais famosos.

Em 24 de abril de 1952 em Arcueil, um bairros de Paris, nasce Jean Paul Gaultier que quando menino não tinha o menos interesse pelos brinquedos que encantavam a garotada da época. Preveria vestir e maquiar Nana, seu ursinho de estimação, ao invés de jogar futebol com seus amigos. Criava Bijuterias e acessórios com coisas que achava no lixo. Revelou seu aspecto transgressor e precoce dom de mesclar diferentes completos em uma peça de roupa.

A imprensa e a crítica afirmavam que Gaultier era responsável por criar a discussão quanto ao limiar entre o bom e o mau gosto. Encaminhou seus desenhos na época para vários estilistas consagrados.Em seu aniversário de 18 anos recebeu um convite de trabalho da Maison Pierre Cardin. Jean Paul Gaultier havia conseguido um emprego com um dos mais importantes criadores de moda da época.

Em 1974 passou a administrar o estabelecimento de Cardin em Manila nas Filipinas, onde criou desenhos para a primeira-dama, Imelda. Em outubro de 1976, de volta à França, Jean Paul, ajudado por Francis Menuge, expôs sua primeira coletânea, Bric et Broc, com roupas de tapetes de ráfia, tutus de bailarina e jaquetas.

Muito criticado naquela ocasião, rapidamente superou a rejeição e em pouco tempo, o estilista passaria a ter suas Criações dignas de loucuras aceitas e cobiçadas. Em 1977, inaugurou sua própria Maison e o ano torna-se o marco do surgimento da marca JEAN PAUL GAULTIER com seu estilo irreverente mais voltado ao conceito punk londrino do que nas vertentes da moda de paris, ganhando fama pelo estilo rebelde e sexy que agradava às pessoas do subúrbios e a burguesia.

Leave a Reply